O Posicionamento Estratégico de Territórios ambiciona colocar determinado território na mente do consumidor diferenciando-o por aquilo que o distingue de outros. A definição do Posicionamento Estratégico tem-se tornado de forma comprovada num meio de estímulo à economia e à inovação, trazendo claros benefícios às populações.

 

O contexto

A Bag desenvolveu o processo de definição do Posicionamento Estratégico do concelho de Manteigas.

O foco que presidiu ao início do trabalho foi a vontade da autarquia de Manteigas em aumentar a projecção e afirmação no concelho no contexto turístico nacional e internacional, através da definição da sua estratégia de venda como produto turístico e com uma marca identificadora, de modo a explorar de forma adequada e sustentável o riquíssimo capital natural e humano do território.

O Posicionamento Estratégico de Territórios ambiciona colocar determinado território na mente do consumidor diferenciando-o por aquilo que o distingue de outros. A definição do Posicionamento Estratégico tem-se tornado de forma comprovada num meio de estímulo à economia e à inovação, trazendo claros benefícios às populações. Esta abordagem pode ser realizada a diferentes escalas, desde a dimensão local até a uma realidade nacional ou até internacional, e pode ser focada em várias áreas concretas de actividade, desde o turismo à economia.

a metodologia

A metodologia de trabalho adoptada passou por um grande envolvimento da população, tendo sido todos os produtos dos trabalhos co-desenhados e validados com os parceiros que compareceram em grande número às sessões de trabalho realizadas.

Através do uso de técnicas de design thinking e de facilitação activa, a equipa de projecto construiu em conjunto com a população várias peças de trabalho que conduziram ao resultado final.

O trabalho desenvolvido focou-se primeiro na avaliação dos recursos do concelho e identificação dos actores locais bem como das potenciais áreas de interesse, seguido pela ideação e discussão do Posicionamento Estratégico do concelho com os actores locais. Todo o processo foi sempre discutido e validado com a população através de sessões de trabalho sempre muito concorridas.

Grande parte do trabalho desenvolvido pretendeu enquadrar a construção da Pirâmide de Posicionamento que foi desenvolvida de forma a simplificar a percepção da interligação entre elementos fundamentais da identidade territorial que são as bases dos valores e da diferenciação do território capazes de ajudar a encontrar o posicionamento da marca territorial.

A marca territorial deve reflectir o posicionamento e criando a imagem de marca do território através os elementos diferenciadores da identidade territorial. A identidade territorial é composta pelos produtos, recursos e saberes locais, factores fundamentais da criação na identidade cultural, histórica e natural.

Por fim, foi apresentado um conjunto de actividades que permitem, primeiro o rebranding da marca manteigas e depois a exploração e afirmação do Posicionamento Estratégico definido através de acções de comunicação e dinamização concretas, no sentido de potenciar os recursos identificados.